logo

Slider

O QUE É?

Muitos pacientes questionam-se sobre o que é ginecomastia pensando que se trata do nome da cirurgia de mama masculina, no entanto, essa informação não está correta.


O termo ginecomastia refere-se à proliferação benigna do tecido glandular nas mamas masculinas, provocando crescimento das mesmas.


Desta forma o correto ao se referir a esta cirurgia seria: Correção cirúrgica da ginecomastia.


A condição pode afetar entre 40% e 65% dos homens adultos.
Assim como as mulheres, os homens também têm glândulas mamárias, mas o normal é que elas não se desenvolvam, sendo que esse aumento excessivo pode exigir tratamento especializado, como a cirurgia de ginecomastia.

O crescimento das mamas nos homens ocorre, normalmente, na adolescência, entre 13 e 15 anos, sendo chamada de ginecomastia puberal, de forma que é importante que aos pais tenham conhecimento sobre o que é ginecomastia.

No entanto, até os 17 anos a condição deve regredir espontaneamente, sem nenhuma intervenção médica. Em muitos casos, no entanto, a ginecomastia não vai regredir sem a realização de tratamentos específicos.

COMO É REALIZADA?

A Ginecomastia pode ser glandular (somente excesso de glândula mamária), gordurosa (com excesso de gordura apenas) ou mista (além de gordura há também tecido glandular excedente).

Na maioria das vezes iniciamos a cirurgia realizando uma lipoaspiração nas mamas, e em seguida retiramos o excesso de glândula.

PARA QUEM É?

É uma das cirurgias estéticas mais comuns realizadas em homens. Corrige o excedente da mama masculina que pode ser formada pelo excesso de glândula, gordura ou ambos.

RECUPERAÇÃO

Evite esforços excessivos nos 15 primeiros dias. Não movimente os braços em excesso por 30 dias, só se exponha ao sol quando após liberação médica. Alimentação normal, comece as drenagens linfáticas no período recomendado

Slider
WhatsApp chat
Facebook
Instagram