logo

Slider

O QUE É?

Tratamento que envolve a descamação de camadas da pele. Esta descamação pode ser feita através do uso de ácidos (ácido acetil salicílico, ácido tricloroacético, ácido mandélico, ácido retinóico, fenol…), substâncias abrasivas (dermoabrasão, peeling de cristal…) ou laser.

COMO É REALIZADA?

Dependendo do agente e da técnica utilizada o peeling será classificado em superficial, médio ou profundo.

Na face o peeling também pode ser feito “combinado” quando são feitas aplicações em profundidades diferentes, dependendo do que se pretende tratar.

Na face podem ser aplicados peelings de todas as profundidades e no corpo apenas peelings leves ou médios. Peeling leves, químicos ou físicos, não causam desconforto.
Peelings médios provocam ardor durante a aplicação e podem ser feitos em consultório ou em ambiente hospitalar com sedação, dependendo da área tratada, do tipo de agente utilizado e da sensibilidade do paciente.

PARA QUEM É?

Rugas, Flacidez, Estrias, Manchas, Acne e suas cicatrizes.

Podem ser realizados como tratamento isolado, ou como complementação a outros procedimentos como preenchimentos, Botox® ou cirurgias, como o Lifting facial.

RECUPERAÇÃO

Pacientes devem usar os produtos prescritos antes e depois do peeling.
Após um peeling haverá descamação da pele.
A intensidade e o prazo da descamação variam de acordo com o agente empregado e consequentemente da profundidade deste tratamento.


Nos peelings leves a descamação é fina e pouco evidente, não se formam crostas.


Nos peelings médios, a pele se apresentará avermelhada no início, ficando com uma coloração mais escura nos dias subsequentes.

Nos peelings profundos, assim como nos médios, haverá também a formação de uma crosta mais espessa e mais escura. Você receberá instruções específicas sobre a retirada da crosta e da máscara quando esta for necessária.

Slider
WhatsApp chat
Facebook
Instagram