logo

Slider

O QUE É?

O termo otoplastia refere-se à cirurgia plástica das orelhas, sendo chamada também de correção de orelhas em abano, correção de orelhas proeminentes ou plástica de orelhas.
Apesar disso, tratam-se de várias técnicas que podem ser associadas ou não para oferecer uma solução mais completa e satisfatória ao problema inicial do paciente.


Muitos pacientes acreditam que a cirurgia é usada apenas para correção da orelha de abano. No entanto, ao pesquisar o que é otoplastia verificam que outros problemas podem ser corrigidos com a técnica, como: orelhas proeminentes,
sequelas de traumas,
microtia ou anotia (que é a ausência congênita das orelhas), orelhas constritas.

COMO É REALIZADA?

É fundamental que antes de se submeter ao procedimento, o paciente compreenda como funciona a otoplastia. Essa cirurgia plástica deve ser realizada por um cirurgião plástico e pode ser dividida em três etapas:

preparo: em geral a cirurgia de otoplastia é indicada após análise clínica do paciente e seguimento das recomendações pré-cirúrgicas. A técnica é feita, normalmente, com anestesia geral ou anestesia local com sedação em ambiente hospitalar;


execução: é feita uma incisão atrás da orelha, seguindo a dobra natural. Existem inúmeras técnicas mas geralmente retira-se o excesso de pele e é realizado o enfraquecimento da cartilagem, deixando-a mais flexível. Pode ocorrer ou não a remoção da cartilagem para redução do tamanho e fixação dos pontos na parte de trás para manutenção da nova anatomia; em seguida procede-se a dobra desejada da orelha com pontos na parte posterior.

PARA QUEM É?

A otoplastia é recomendada para minimizar deformações ou corrigir insatisfações com a orelha relacionadas ao tamanho, forma ou ângulo. Além disso, o recurso cirúrgico pode ser necessário em casos de má formações congênitas ou deformidades decorrentes de traumas e acidentes.

Por essas características a otoplastia pode ser entendida como um procedimento reparador, quando visa reverter um defeito. Uma questão importante sobre a otoplastia é que se trata de uma das poucas intervenções estéticas que podem ser realizadas ainda na infância.

RECUPERAÇÃO

Os pontos da pele podem ser retirados em 7-10 dias ou podem ser absorvíveis, em geral é indicada uma faixa compressora para auxiliar na cicatrização e contenção das orelhas na nova posição.

O paciente pode retomar as atividades em uma semana e o pós-operatório costuma ser com pouca dor.

Slider
WhatsApp chat
Facebook
Instagram